segunda-feira, 6 de setembro de 2010

A Guerra dos Mascates: Pernambuco – 1710.

Pernambuco se transformou em um palco de guerra entre as suas duas principais cidades, Olinda e Recife. O conflito teve características motivadoras de cunho político e econômico. Economicamente havia uma forte dependência dos recifenhos - grandes proprietários de terras em crise - para com os olindenses - comerciantes enriquecidos durante a crise da cana-de-açúcar. Esta dependência levava os grandes proprietários a não conceder a independência política tão almejada pelos comerciantes. Estes queriam que Recife se elevasse para nível de Vila e obtivessem uma Câmara Municipal. Diante do exposto eclode a Guerra dos Mascates, como eram chamados os comerciantes. A guerra foi uma maneira de os comerciantes de Recife conquistarem sua independência política em relação a Olinda.

Prof. Vinicius Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário